Está chegando o dia do casamento e são várias as decisões que temos que tomar. Uma delas é a escolha do fotógrafo certo, aquele que vai registrar os momentos mais importantes do casal durante o dia da cerimônia. Para te ajudar na escolha, primeiramente preparamos uma série de perguntas que você deve fazer ao fotógrafo. Lembre-se de que não é preciso fazer todas elas, só as que julgar necessárias. Mas queremos dar o guia mais completo possível para ajudar em sua escolha:

  • Você já tirou fotos de casamento no local em que irei casar?
  • Você tem um assistente?
  • Você tem equipamento reserva com a mesma qualidade que o equipamento principal?
  • Que horas você vai começar e quanto tempo você vai ficar na cerimônia?
  • Você pode trabalhar a partir de uma lista de fotos que queremos ter?
  • Como você vai se vestir?

Algumas informações que você tem que ter do seu fotógrafo:

  • O nome
  • O tempo que ele/ela ficará na cerimônia
  • A descrição do pacote que ordenou
  • Uma lista de preços garantidos
  • Todos os encargos adicionais, serviços, impostos, viagens, etc. Obter o custo exato do contrato.
  • Uma explicação do que acontecerá se o fotógrafo não aparecer.
  • A data e valor do depósito e quanto ainda é devido.
  • Seu nome, endereço e número de telefone. Os nomes e endereços dos locais de cerimônia e recepção.
Dicas para escolher um fotógrafo

Escolher um fotógrafo para seu casamento é tão importante quanto escolher o vestido certo para a noiva. (Foto: zookbinders.com)

Pense bem no nível de experiência de seu fotógrafo e quão requisitado ele é. Normalmente, é um sinal da qualidade do mesmo. As imagens que ele te apresentar, tente ver qual o estilo dele e com quais tipos de foto ele fica mais confortável. Talvez você queira um álbum preto e branco e o fotógrafo não tenha boas habilidades com contrastes.

Acontece com mais frequência do que você imagina que o fotógrafo mande um membro de sua equipe ao invés de ele mesmo ir fotografar o casamento. Verifique quem irá fazer a fotografia antes de confirmar o contrato. E principalmente, se ele sabe te ouvir e se vocês dois conseguem conversar calmamente.

O preço é algo que não deveria ser tão importante nessas horas, mas é algo que você tem que ter em mente para separar em seu planejamento um dinheiro específico para o fotógrafo.

Verifique e confirme os prazos no contrato com seu fotógrafo, senão é provável que você demore muito tempo para receber o produto final. No preço do pacote, garanta que não há possibilidade de mudanças de prazos e que pode haver uma certa flexibilidade para o tempo em que ele ficará tirando fotos.

Sobre o pagamento e o contrato, garanta que o trabalho só será completamente pago quando todo o serviço for feito e o produto for entregue com total qualidade. De preferência, leve o contrato para um advogado verificar e garantir que não existe nenhuma “pegadinha”.

Por fim, nada melhor do que as referências do fotógrafo. Uma referência pessoal é sempre a melhor forma para se averiguar a qualidade do trabalho. Obtenha uma lista de referências do fotógrafo e visite pessoalmente as pessoas. Um fotógrafo que não tem referências ou está com medo de dar a você referências pode estar muito bem tentando te enganar.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)