Câmeras com entrada de microfone! É importante?

Escrito na categoria "Dicas de fotografia" por André M. Coelho.

Vamos tratar deste assunto que meche bastante com as opiniões das pessoas. Na hora de comprar uma câmera, você já se deparou com a possibilidade de comprar uma câmera com entrada de microfone externo, qual a função e importância de ter esta entrada?

Primeiramente você deve entender o porquê desta entrada, você deve analisar a necessidade de cada acessório e observar se está entre suas necessidades de utilização pós compra.

Como praticamente todo mundo sabe, as câmeras tem um microfone interno e sua capitação de áudio é feita através daqueles famosos buraquinhos existente no corpo de seu aparelho. Esta entrada só não existe nos aparelhos muito antigos e mesmo assim são poucos.

Você deve estar se perguntando pra que outro microfone não é mesmo? Vamos citar abaixo vários motivos para utilizar este microfone externo e seus reais benefícios.

Câmeras com entrada de microfone.

Imagem de uma câmera com microfone externo

Você que gosta de trabalhar com narrativas e principalmente gosta de preservar a qualidade de seu trabalho, certamente vai optar pela escolha do microfone externo. Muitas das vezes as pessoas não utilizam este microfone para trabalho, mas a praticidade e mobilidade de captar o áudio ao maior distância já é bem atrativa.

Como foi citado no início do artigo, tudo vai depender de sua real necessidade. Você que busca qualidade e comodidade, certamente deve escolher uma câmera com entrada externa de microfone.

Já vocês que não se importam muito com isso e gostam de fazer os vídeos apenas por diversão. Basta reparar a distância da câmera para quem estiver falando e principalmente observar a posição dos dedos para não tampar a entrada de áudio.

Chegamos ao final deste artigo e esperamos que vocês tenham gostado e entendido a diferença entre ter e não a entrada para microfone externo. Para ficar por dentro do mundo digital, fiquem ligados em nosso site e até breve!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André tem uma família entusiasta de fotografia desde a década de 70. Já passaram por diversas máquinas e tecnologias, até máquinas de slide quando foram lançadas no Brasil. Quando se mudou para Belo Horizonte, em 2009, André conheceu e atuou com amigos no audiovisual. Conheceu e morou com um produtor e cineasta em uma república, com quem aprendeu muito sobre câmeras. Hoje, André continua estudando sobre câmeras e compartilhando seus conhecimentos no blog Super Câmera.

Deixe um comentário