Há várias coisas a considerar quando você está fazendo a gravação de áudio: edição, recepção, ruídos, equipamento…Tudo isso vai influenciar diretamente na qualidade do som final.

Porém, o mais importante para um som de boa qualidade é capturar um áudio de boa qualidade. Isso pode ser feito com equipamentos, mas as técnicas para essa captura são tão importantes quanto os microfones e proteções contra ruídos que você possa comprar.

Além do equipamento, temos que considerar também que os softwares de edição de áudio disponíveis hoje em dia fazem já um excelente trabalho em equalizar e melhorar a qualidade do som. Mas eles não fazem milagres, sendo apenas responsáveis por trabalhar detalhes do áudio para buscar melhor qualidade.

Considerados tais elementos, é importante então entender as técnicas de captura de som e sua consequente edição para melhorar o áudio de suas filmagens.

Trabalhe no sentido de uma alta relação sinal-ruído

Você deve tentar obter mais do som que você quer ouvir (por exemplo, um diálogo) e menos dos sons que você não quer ouvir (por exemplo, movimentos da câmera, sons de vento, etc). É difícil se livrar do ruído de fundo, uma vez que é gravado. Para ter uma boa relação sinal-ruído, você deve gravar o áudio em um nível tão alto quanto possível, mas sem ser tão alto a ponto de chegar a uma distorção

Vamos dizer que você está filmando sua família em uma festa e durante o processo de edição, você acha que o nível de áudio combinado do diálogo gravado e a música que você adicionou mais tarde é muito alto. Neste caso, você pode simplesmente baixar o nível de áudio de ambas as fontes de áudio e, como um bônus, você vai diminuir a quantidade de sons indesejados no registro inicial. Em contrapartida, se o diálogo é gravado em um nível muito baixo, quando você o faz mais alto durante o processo de edição, você também vai fazer os sons indesejados mais altos também.

Se você tem uma apresentação visual dos níveis de entrada de áudio da câmera de vídeo, você quer o nível para ser o mais próximo possível de zero, sem nunca bater zero. Na gravação de áudio analógico, alguns decibéis acima do zero é bom, em gravação digital, no entanto, zero significa o ponto no qual o sinal é distorcido. Infelizmente, muitas câmeras mais básicas não permitem que você altere manualmente os níveis de ganho de áudio e não oferecem uma exibição visual de níveis de áudio. Então você tem que ouvir a distorção para poder saber o nível “aceitável” da mesma.

Para ter uma boa relação sinal-ruído, pode ser necessário gravar em um ambiente controlado e mover a câmera mais perto da fonte.

Encontrando o equipamento certo para gravar áudio melhor

Conhecendo melhor sua câmera e necessidades, você pode encontrar até um microfone simples como o da foto para sua câmera. (Foto: www.apartmenttherapy.com)

Filmando em um ambiente controlado

Você pode evitar um sons indesejados fazendo a gravação dentro de casa com as janelas fechadas e o ar-condicionado desligado. Um monte de imagens em filmes de estúdio é filmado em estúdios de som, que são prédios especialmente construídos à prova de som.

Se você estiver ao ar livre, tente encontrar como o local mais tranquilo possível. Se você estiver trabalhando em um vídeo de baixo orçamento e não têm equipamento extra de gravação de áudio como microfones, gravadores de áudio digital e proteções contra o vento, você gostará de evitar conversas de gravação em um ambiente barulhento. Talvez você possa precisar “reescrever seus planos” para refletir a limitações do equipamento na hora de uma filmagem

Se aproxime de seus alvos

Não importa se você está dentro de casa ou ao ar livre, equipamento de gravação de áudio deve estar perto da principal fonte de som, a menos que as fontes sejam tão altas que o som iria ficar distorcido ou a menos que você deseje capturar um monte de som ambiente. Se você quiser mover a câmera mais longe, este é o lugar onde um microfone pode vir a calhar pois você pode posicionar o microfone mais próximo ou usar um microfone escondido de lapela ao posicionar a câmera mais longe.

Faça com que as pessoas filmadas projetem e controlem suas vozes

Isso significa que a voz tem de vir mais do peito (com o apoio do diafragma), em vez de a partir da garganta, e ser dirigida mais na direção do microfone. Há cursos e muitos vídeos na internet sobre como trabalhar esta técnica que é de fácil domínio e pode ajudar muito nas suas filmagens.

Grave o som de fundo do ambiente

Basta deixar sua câmera funcionando por alguns minutos para captar o som ambiente do ambiente em que você está gravando. Se você está depois editando uma cena onde as pessoas estão falando, você provavelmente vai ter várias edições e versões do som. Em cada ponto de edição, há um perigo de que o som de fundo possa mudar sensivelmente, trazendo a atenção indesejada para a edição. Para acobertar o caso ou dar-lhe a chance de cortar a partir da representação visual da cena deixando ainda o áudio associado com a cena, você pode adicionar uma faixa adicional de som ambiente em segundo plano durante a edição do vídeo.

Faça gravações independentes de eventos de áudio importantes

Duas pessoas estão falando com raiva e um deles bate a porta no meio de uma frase. Durante o processo de edição, você quer que a batida soe mais alto, mas isso também afetaria os níveis de diálogo. Você pode resolver este problema através da re-gravação de eventos de áudio importantes.

Por exemplo, depois de gravar a cena, pegue outra gravação do som da porta batendo. Você pode, em seguida, adicioná-lo à cena durante a edição. Da mesma forma, se alguém entra em uma sala, você pode querer obter uma gravação em separado dos passos. Nos filmes feitos em estúdio, este trabalho seria feito depois que o vídeo é tirado. Como você não terá os recursos de grandes estúdios, é melhor você voltar a gravar alguns dos eventos de áudio no local.

Conheça a sua câmera

Para fazer o melhor uso de sua câmera, você precisa entender o que ela pode e não pode fazer.

Será que você câmara de vídeo permite que você ajuste o ganho de entrada de áudio da câmera de vídeo para controlar a força do sinal de áudio?

Você pode alternar os níveis de ganho de áudio de automático (o que é bom para situações em que o volume dos sons sendo gravados é imprevisível) para o manual (em casos onde você usaria para definir um nível ideal para o som em um volume constante)?

A sua câmera tem uma apresentação visual de níveis de ganho de áudio (este é um recurso útil que permite que você saiba se os níveis de gravação de áudio são muito baixos ou altos)?

Onde estão localizados os microfones de sua câmera (na lateral ou na parte da frente) e quanto som que eles pega lateralmente e atrás de você? Você pode fazer um teste simples de girar a câmera na frente de um alguém falando em um volume constante.

Conheça o seu equipamento de áudio

Uma vez que você decidir começar a investir em equipamento, você precisa estar ciente das funções, vantagens e limitações para que possa tirar o máximo proveito de seu equipamento. Sites, cursos, vídeos na internet são excelentes recurso sobre como usar o equipamento.

Se você usar um microfone, por exemplo, você precisa apontá-lo na direção certa. Isto pode soar óbvio, mas ainda é fácil de errar. Por exemplo, se você estiver usando um microfone de estilo shotgun e o direcionar para alguém falando, você não só vai pegar a voz do ator, mas você também irá receber qualquer som vindo de trás do ator, até mesmo sons mais distantes. Em vez disso, o microfone deve ser erguido no ar e apontou para o ator em um ângulo para baixo.

Escolhendo um microfone com uso misto

Há modelos de microfones que podem ser modificados para trabalharem acoplados nas câmeras ou em varas boom, dando uma melhor praticidade ao equipamento. (Foto: www.amazon.com)

Com diferentes tipos de equipamento que você pode obter mais flexibilidade. Por exemplo, em vez de gravar um show com microfone integrado da câmera, você pode usar um adaptador para microfone para câmera para conectar sua câmera diretamente no painel de mixagem de som do local do show.

Uma lista dos equipamentos básicos para uma boa edição e melhora na qualidade de áudio segue abaixo:

Software de edição de vídeo com edição de som dedicada

Se o seu áudio gravado é de muito má qualidade, uma das coisas mais fáceis que você pode fazer é substituir toda a faixa de áudio com uma nova. Você pode usar uma peça de música, ou você pode gravar uma nova faixa de narração de áudio.

Substituindo o áudio durante o processo de edição é extremamente fácil com os softwares mais recentes. Ele também lhe dá muito mais liberdade ao editar o vídeo e cortar cenas diferentes juntas, uma vez que você não precisa se preocupar com a continuidade de áudio.

Microfones externos

Se você precisa de áudio de alta qualidade que corresponde ao seu filme, então você deve realmente usar um microfone externo de qualidade decente.

A maioria das filmadoras têm uma entrada estéreo de 3,5 mm para conectar a um microfone externo, então você precisará de um mic/combinação que irá corresponder à entrada. Filmadoras profissionais geralmente utilizam um conector XLR. A maioria dos microfones ligam-se diretamente à câmera usando uma ligação longa por fios, desligando automaticamente o microfone embutido. No entanto, alguns microfones também tem uma versão sem fio que funciona com um transmissor.

Para ajudar você a escolher um microfone, listamos alguns dos mais comuns ao lado de seu uso básico. Com qualquer tipo de microfone, se você puder, use fones de ouvido decentes para que você possa monitorar a qualidade de áudio enquanto você filma.

A maioria dos tipos de microfones estão disponíveis em versões com e sem fio. Microfones com fio conectam-se diretamente em sua câmera. Microfones sem fio vem com um receptor e um transmissor. O transmissor é conectado ao microfone e o receptor está conectado à câmera de vídeo. Microfones sem fio permitem a você muito mais liberdade durante a gravação, já você não está limitado pelo comprimento do fio. No entanto, eles também são muito mais caros do que os microfones com fio, e você ainda tem que considerar alcance, interferência de sinal e bateria.

Microfones na câmera: a maioria das câmeras tem um microfone embutido. Estes são os microfones de condensador de eletreto e normalmente são geralmente omnidirecionais. Quanto mais perto da fonte de som, mais claro se será. Se você tem que usar o microfone na câmera, sempre que possível chegue mais perto de seu alvo para reduzir a interferência do ruído de fundo, incluindo o som operador de câmera e até mesmo o som da própria câmera. Tratamento de ruído pode ser reduzido pelo uso de um tripé durante as filmagens, o que também irá melhorar a sua qualidade de vídeo.

Microfones de mão: estes microfones dinâmicos são multiuso, resistentes e tem um bom desempenho em todos os ambientes. Se você quer um bom som em um orçamento apertado, você deve adicionar um bom microfone dinâmico para o seu arsenal. Eles tendem a ter um padrão cardioide e eliminam uma grande quantidade de ruído indesejado da área circundante. Alguns microfones de mão são do tipo condensador e tendem a ser utilizados em conjunto com um suporte. Se você está apenas gravando narrações, os microfones condensadores tendem a ter um som mais quente. A desvantagem com microfones de mão é que, como eles têm que estar perto da fonte de som, eles podem emprestar a seus vídeos a sensação de uma filmagem de jornais de notícias, se você não está gravando algum tipo de performance. No entanto, eles fazem grandes microfones durante a gravação de voz em um estúdio ou na frente do seu PC.

Microfones de lapela: são também são conhecidos como tie clip ou microfones de clip. Como são microfones em miniatura, são geralmente usados ​​no vestuário. As pessoas tendem a se sentirem menos auto-conscientes, pois muitas vezes se esquecem de que estão usando um microfone. No entanto, o microfone deve ser colocado com cuidado, pois eles podem ser suscetíveis ao ruído de ser esfregados no usuário. Microfones de lapela vêm em versões com e sem fio e podem fazer uma grande diferença para a sua gravação.

Anulando ruídos com bons microfones

Esses “pelos” do microfone ajudam a praticamente anular ruídos do vento. (Foto: en.wikipedia.org)

Microfones headset: microfones de ouvido são ideais para pessoas que se deslocam muito, como o microfone é sempre mantido na distância correta da boca. Eles são comumente usados ​​por apresentadores de esportes, artistas de palco e instrutores de fitness. Você pode encontrar um headset para todos os orçamentos, versões com e sem fio, e alguns até mesmo ligá-los diretamente ao PC, se você está gravando narrativas vídeo.

Microfones shotgun: microfones shotgun são os que você mais vai ver quando as pessoas estão filmando. Eles são normalmente ligados a uma vara de boom e cobertos com uma proteção contra vento. Como estes microfones supercardioides são eficazes em distância e super-direcionais, podem ser usados para obter um som claro de shows ou durante a gravação de sons da natureza. É possível conectar um microfone shotgun para algumas filmadoras. Enquanto isso não é ideal, ainda vai melhorar significativamente o som global em comparação com o microfone embutido.

Acessórios indispensáveis

Escudos “pop”/Pop shields: um dos melhores acessórios que você pode usar durante a gravação em um ambiente de estúdio (ou na frente do computador) é um escudo pop. Quando falamos, expelimos o ar de nossas bocas. Palavras que começam com ‘B’ ou ‘P’ (oclusivas) causam rajadas de ar. Estas causam o “pop” e o baque de sons em um microfone. Um escudo pop é uma tela de material de nylon ou malha de metal que é esticada sobre uma moldura circular. O material impede que os sons oclusivos alcancem o microfone, mas não é suficientemente espesso para distorcer o som. Para ser eficaz, o escudo pop deve ser colocado alguns centímetros em frente da cápsula de microfone, uma vez que necessita de um espaço de ar parado para ser eficaz.

Pára-brisas/Windshields/Escudos contra vento: são um complemento essencial para qualquer microfone quando as filmagens são em ambientes abertos. Não só eles ajudam a reduzir o ruído do vento indesejado como também reduzem o ruído da respiração e ajudam a proteger o microfone contra os elementos. Pára-brisas vêm em dois tipos, de espuma e pele. Modelos de espuma são o tipo mais comum e muitas vezes são fornecidos quando você compra o microfone. Se não, a maioria dos fabricantes irá fornecê-los como um acessório opcional. A espuma vai filtrar uma leve brisa quando as filmagens são ao ar livre. Os modelos feitos de peles com pelo longo, sintético (geralmente cinza na cor) são normalmente utilizados para cobrir os microfones shotgun quando em filmagens ao ar livre. Eles são usados ​​em condições de vento mais forte e podem reduzir o ruído do vento de até 18 dB. As fibras longas garantem que o único som é eliminado o ruído do vento.

Vara/Boom/Stand: se você não estiver usando um microfone de lapela ou headset, então você pode querer usar uma vara de boom ou de pé. Eles vêm em vários tamanhos para diferentes finalidades e garantem que você tenha total operação com as mãos-livres. Um pólo de microfone e lança também pode ser usado para estender seu alcance, se você precisa usar o microfone mais perto da ação.

Tripé/Monopé: mantenha sua câmara com um tripé ou monopé. Mantendo a câmera ainda não só irá reduzir o ruído de manipulação indesejada, mas também irá melhorar a sua qualidade de imagem.

Considerações Finais

Você ainda pode captar o som com um celular no seu alvo e sincronizar com a imagem mais tarde, já que alguns aplicativos fazem isso automaticamente. Deixem nos comentários o que vocês fazem para melhorar o som de suas filmagens e quais os equipamentos e software vocês usam!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)