Este não é qualquer cartão SD comum. Ele oferece algo bastante singular: a conectividade WiFi e a transferência automática de imagens para qualquer câmera que utilize o SD. O cartão Eye-Fi tem o mesmo tamanho de qualquer outro cartão SD, contendo uma unidade Wi-Fi e também até 16 GB de armazenamento. O valor dos cartões varia entre US$39,99 para o modelo mais básico a US$99,99 para o mais completo. Infelizmente, não há revendedor oficial no Brasil, mas você pode encomendar seu cartão Eye-Fi pela Amazon ou pela B&H com muita facilidade e preços bem justos de envio para o Brasil.

O cartão Eye-Fi vem muito bem embalado em uma caixa que se abre para revelar o cartão e seu leitor USB de um lado e um desdobrável guia de início rápido do outro. Se você estiver executando o Windows ou o Mac OS X basta inserir o leitor e o cartão em um slot USB e instalar o software incluído Eye-Fi Manager (isso deve acontecer de forma automática). O software então te ajudará no registro de seu cartão através do site da fabricante do Eye-Fi.

Uma vez registrado, o cartão irá procurar automaticamente os pontos de acesso e você será capaz de selecionar o ponto de acesso de sua preferência. Digite o sua “senha de rede” (WEP ou WPA). Alguns testes de conexão e seu cartão está conectado à rede sem fio e você estará pronto para o próximo passo. Você pode associar o cartão com vários pontos de acesso, mas você precisa ter o cartão no leitor de cartão Eye-Fi ligado a um computador (com o software Eye-Fi Manager) para configurá-lo. Um fotógrafo então deve estar sempre munido de seu laptop para que seu trabalho não seja prejudicado.

Conectividade para transferência automática de fotos

Os cartões Eye-Fi são uma praticidade para o fotógrafo que quer organizar melhor suas fotos e quer agilizar o processo de armazenamento das mesmas. (Foto: appadvice.com)

Em seguida, você pode optar por ter suas fotos automaticamente enviadas para qualquer um dos 20 sites de compartilhamento online, incluindo Phanfare, Shutterfly, Picasa, Fotki, Smugmug, Flickr, Facebook, etc. Finalmente você escolher o local no computador onde as fotos devem ser guardadas, no Windows. Pastas nomeadas por data (“01 de novembro de 2007”, por exemplo) são criados para todas as imagens carregadas nessa data.

Após terminar estas etapas, tudo o que resta é o teste de upload inicial. Para realizá-lo basta retirar o cartão do leitor, inseri-lo em sua câmera e tirar uma foto. Todas as coisas funcionando normalmente você deve ver a imagem aparecer na página web.

O Cartão Eye-Fi é uma praticidade para o fotógrafo, uma vez que dá uma maior flexibilidade para que ele tire suas fotos e elas sejam transferidas automaticamente e de forma organizada para um computador que estiver conectado ao mesmo ponto de internet. Se você estiver longe de um ponto de internet, o cartão também tem seu próprio armazenamento e a transmissão se dará automaticamente assim que você chegar em casa, tirando todo o trabalho que normalmente o fotógrafo tem de ficar trocando cartões ou tirando-os para guardar as fotos. É um preço muito justo a se pagar por um produto que poupará um tempo precioso que pode ser investido em muitas outras coisas, como tirar melhores fotos ou um curso de fotografia.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)