Alguma vez você já quis tirar fotos de cachoeiras borradas ou trilhas de luzes noturnas, mas não sabia como? O truque é usar configurações de programa da câmera (P), prioridade de abertura (A), prioridade de obturador (S) e/ou manual (M). Estes modos de disparo permitem flexibilidade criativa, permitindo o controle sobre a velocidade do obturador e ajustes de abertura. E eles permitem um acesso total ao menu de opções.

Obturador e abertura

Existem dois termos que você deve conhecer antes de continuar: abertura e obturador.

Obturador: é uma pequena abertura em sua câmera que fica logo na frente do filme ou sensor digital. Ele pode abrir e fechar como uma janela. Na maioria das vezes, o obturador é fechado e não permite qualquer luz chegar ao seu filme ou sensor digital. No entanto, quando o botão de disparo do obturador é pressionado na câmera para tirar uma foto, o obturador abre e permite que a luz atingir o filme ou sensor digital por um período pré-determinado de tempo, o que cria uma fotografia. Este período de tempo é conhecido como a velocidade do obturador, e geralmente é medido em segundos ou partes de um segundo. Ele pode variar de 1/8000 de segundo a 60 segundos, dependendo do tipo de câmera que você usar.

Abertura: refere-se ao tamanho da abertura da lente da câmera. Isto determina a quantidade de luz que será permitida através de seu obturador a alcançar o filme ou sensor digital. Você pode pensar na abertura em termos de uma tubulação de água. Quanto maior for o tubo, mais água irá fluir através dele. Quanto maior o ajuste de abertura utilizada, mais luz fluirá através de sua lente e obturador para seu filme ou sensor. Tamanhos de abertura são geralmente referidos como “f-stops” e vão de  f/1.2 a f/22, dependendo da lente usada em sua câmera.

Entendidos bem estes termos e partes integrantes de sua câmera, é hora de explicarmos o que as letras M, A, S e P significam em sua câmera.

Entendendo melhor seu equipamento fotográfico

Compreendendo melhor as funções de cada uma das letras na configuração de sua câmera, você consegue usufruir do melhor que seu equipamento tem a oferecer. (Foto: simplybetterphotos.blogspot.com)

P = Modo de Programação

O modo P permite que você tenha mais controle da câmera. No modo P você pode alterar suas configurações (incluindo a exposição) para o que quiser, mas a câmera irá definir abertura e o obturador automaticamente para você.

Este é o modo de exposição automática cheio da câmera. Basicamente, neste modo a câmera toma todas as decisões por você quando se trata de exposição. A câmara define automaticamente a abertura e a velocidade do obturador para você neste modo. Não só isso, este modo irá decidir qual abertura e velocidade do obturador vai funcionar melhor para a fotografia que você está fazendo. Este é o modo que a maioria dos fotógrafos intermediários e iniciantes utilizam. É muito fácil deixar a câmera decidir como sua foto deve ser exposta, mas nem sempre a melhor escolha.

Acâmera é apenas uma peça de equipamento eletrônico e não tem a criatividade e o olhar artístico de um ser humano. Uma maneira de melhorar substancialmente as suas fotos é fazer uma viagem para fora do modo P de vez em quando e fazer algumas das decisões de exposição por si mesmo. Não custa nada para brincar e experimentar coisas novas. Se não sair muito bem a fotografia, você sempre pode excluí-la antes que alguém veja.

No modo P (Programa), há um recurso chamado Mudança de Programa (Program Shift) para alguns modelos de câmeras. Este modo permite que você selecione Prioridade de Abertura ou Prioridade de Obturador ainda no Modo de Programação. Alterações podem não estar disponíveis quando utilizando um flash.

A = Prioridade de Abertura

O modo A permite que você defina manualmente a abertura enquanto a câmera ajusta a velocidade do obturador automaticamente. Alterando o valor de abertura pode dar às suas fotos expressões diferentes. Você pode ter alvos separados na frente e atrás da imagem, tanto em foco, ou você pode restringir a área da imagem que está em foco para que o alvo principal se destaque contra o fundo.

A câmera calcula automaticamente a velocidade do obturador ideal para sua fotografia. Este modo permite-lhe ter algum controle sobre a sua exposição e ainda permite que a câmera tome algumas decisões para você. Por que você iria querer fazer isso, você pergunta?

Bem sabemos que a abertura controla a quantidade de luz que atravessa o obturador, mas o que você talvez não saiba é que a abertura também controla a profundidade de campo. Profundidade de campo refere-se ao quanto de sua foto está em foco. Esta profundidade de campo é controlada por sua abertura. Quanto maior a abertura, maior a profundidade de campo será. Em outras palavras, quanto maior a abertura, menor a área que estará em foco na foto.

S = Prioridade de Obturador

O modo S permite que você defina a velocidade do obturador manualmente enquanto a câmera ajusta automaticamente a abertura. Ao alterar a velocidade do obturador, você “congelar” o movimento do objeto na foto, ou você pode criar deliberadamente um borrão, dando um forte senso de movimento à imagem. Este modo é o oposto do modo A acima discutido.

Como discutimos antes, o obturador controla o tempo em que a luz será permitida atingir o seu filme ou sensor digital. No entanto, ele também controla o quão “congelados” estarão os alvos em sua fotografia. Por exemplo, em um jogo de futebol, quando um jogador está prestes a aplicar um carrinho e um fotógrafo tira a foto, ele perfeitamente congela o momento em que o pé do jogador faz contato com a bola. Ou quando você tira uma foto de uma bela cachoeira e a água parece com belos fluxos definidos. A sensação de movimento nestas fotos são todas controladas pela velocidade do obturador. Quanto maior a velocidade do obturador, mais “congelada” e mais nítida a ação estará em sua foto.

M = Controle Manual

No modo manual (M), o fotógrafo seleciona a abertura e a velocidade do obturador. Ao fotografar a lua no céu à noite ou as luzes multi-coloridas brilhantes em uma cena noturna, há uma grande diferença no nível de luz com o brilho do ambiente. No modo manual, você pode fotografar sem a luminosidade do ambiente que afeta a exposição do alvo principal. Este modo é para aqueles que querem o controle total sobre a sua exposição.

A abertura e a velocidade do obturador são ajustados manualmente pelo fotógrafo, daí porque a chamá-lo de modo manual. Este modo pode parecer um pouco difícil para usar no início, mas depois de brincar com ele por um tempo você vai ter uma noção muito intuitiva de qual a abertura e a velocidade do obturador usar em uma situação particular. Como dizem, a necessidade é a mãe da invenção, e quando você praticar verá diferentes necessidades para suas fotografias.

Considerações Finais

Nós mal nos aprofundamos sobre modos de exposição neste post, mas recomendamos que você fuja da zona “P” de vez em quando. Por favor, comente suas experiências e compartilhe algumas fotos com a gente. E se tiver dúvidas, pergunte abaixo e falaremos sobre suas dúvidas em postagens futuras.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)