Técnicas e dicas de fotografia de rua

Escrito na categoria "Dicas de fotografia" por André M. Coelho.

A essência da fotografia de rua é documentar a vida cotidiana e a sociedade nas ruas. Você pode encontrar oportunidades para praticar fotografia de rua em qualquer lugar e não precisa necessariamente viajar para capturar ótimas fotos.

É um gênero de fotografia geralmente feito com franqueza, sem permissão e sem o conhecimento do assunto. No entanto, a fotografia de rua não exclui fotos encenadas. Você pode identificar um personagem interessante que capta sua visão; você pode ir até estranhos e pedir permissão para tirar fotos deles. Esta é uma ótima maneira de obter um retrato mais íntimo de alguém em seu ambiente.

O mais importante com a fotografia de rua é se divertir e curtir sair com sua câmera. Lembre-se de que seu objetivo é capturar emoção, humanidade e representar o caráter de uma pessoa. Leva tempo para acertar a tacada, mas com um pouco de prática e paciência é recompensador.

A melhor lente para fotos na rua

Decidir qual lente usar é um dos fatores mais importantes para a fotografia de rua. Você pode ficar tentado a usar uma lente telefoto, mas é mais do que provável que isso resulte em mais danos do que benefícios. Você não quer ser aquela pessoa assustadora do outro lado da rua mirando uma lente gigante em estranhos. Se você quiser parecer discreto, precisará chegar bem perto e no meio da ação. Use uma lente grande angular e perca-se no meio da multidão. Muitos fotógrafos de rua escolhem uma câmera compacta que seja menos agressiva do que uma grande DSLR, as vantagens são menores, leves e discretas.

Configurações da câmera para a fotografia de rua

A maneira mais rápida e fácil de configurar sua câmera para fotografia de rua é trocando a câmera para AV (modo de prioridade de abertura) e selecionando seu f-stop (abertura) e ISO manualmente. A câmera decidirá então a velocidade do obturador (exposição). Em um dia ensolarado, um bom lugar para começar é em torno de f / 16 com um ISO entre 200-400. Se a sua câmera exibir uma velocidade do obturador superior a 1/200 por segundo, você está pronto para começar.

Anote a velocidade do obturador que sua câmera está lendo e faça os ajustes de abertura e ISO de acordo. Se sua câmera estiver fornecendo uma velocidade de obturador abaixo de 1/80, você corre o risco de uma foto borrada, mas isso também pode ser usado para um bom efeito. Para superar o desfoque, simplesmente aumente seu ISO e / ou escolha uma abertura maior. Se você é novo na fotografia, pode sempre definir a câmera para o modo P (programa ou automático) e deixar que a câmera selecione as configurações corretas. Você ainda pode ajustar o EV se quiser super ou subexpor a foto ao seu gosto.

Isso é útil se você está atirando em disparada (com pressa e sem tempo para pensar), mas tem pouco controle sobre o que a câmera está fazendo, portanto, nem sempre é a melhor opção. O modo de programa faz um trabalho bastante decente, mas eu não confiaria nele com pouca luz, onde há uma grande possibilidade de que a velocidade do obturador seja muito lenta para congelar a ação.

Fotografia de rua

Com boas técnicas, dá pra tirar fotos de qualidade nas ruas, e profissionalizar mais seu estilo. (Foto: Unsplash)

Aproxime-se de seus alvos em imagens da rua

Usar uma lente grande angular permite que você fique bem e perto de seus objetos. A vantagem da grande angular dá ao espectador a sensação de estar presente no momento. Você também se misturará com a multidão como parte do ambiente, em vez de se destacar do outro lado da rua com uma lente longa.

Muitas fotos de rua bem-sucedidas foram tiradas a poucos metros da ação e às vezes a apenas alguns centímetros de distância. Andar por uma rua movimentada, mercado ou parque pode resultar em algumas fotos gratificantes se você for observador e ficar de olhos abertos para assuntos interessantes. Se suas imagens não estiverem como você as visualizou, talvez seja necessário se aproximar, então use seus pés como zoom para ter certeza de que está no lugar certo na hora certa.

Leve sua câmera a qualquer lugar

A fotografia de rua é espontânea e não espera por ninguém. É uma disciplina que você deve praticar para aperfeiçoar. Sua câmera é uma extensão de você – é sua porta de entrada para compartilhar sua visão com o mundo e você não quer perder uma oportunidade incrível de foto por não ter sua câmera com você. Se você leva a sério a fotografia de rua, terá sua câmera ao seu alcance o tempo todo.

Isso é conhecido como o “momento decisivo”, em que você tem apenas uma fração de segundo para capturar o assunto antes que ele se vá para sempre. Você raramente tem uma segunda chance, então esteja preparado.

Ignore o medo das fotografias

Algumas pessoas lutam com a ideia da fotografia de rua. Algumas preocupações podem ser o medo de que seus alvos fiquem com raiva porque você tirou uma foto deles, ameaçou você com violência física ou, pior ainda, chame a polícia. O medo é simplesmente uma evidência falsa que parece real. Todos esses são medos comuns, mas é possível superar praticando e conseguindo mais com sua câmera. Aqui estão algumas sugestões para superar suas preocupações.

Encontre um local interessante para sentar com sua câmera. Eu passo muito tempo em cafés e restaurantes quando viajo, minha câmera pronta para qualquer oportunidade. Observando de um ambiente confortável, você se sentirá à vontade e pode esperar que as fotos cheguem até você. É menos provável que você seja visto sentado do lado de fora de um café com sua câmera do que em pé no meio da rua.

Sintonize e ouça o seu iPod enquanto caminha com sua câmera. A música é uma espécie de distração que pode ajudar a relaxar e inspirar a criatividade. Pode não parecer lógico, mas faz maravilhas, e se isso significa que você está confortável em seu ambiente, então vale a pena tentar. Não sugiro fazer isso à noite, em lugares sem aglomeração ou desconhecidos! Sempre esteja atento ao seu redor.

Tire fotos a partir do quadril

Como regra geral da fotografia de rua, se você conseguir fazer a foto com a câmera no seu olho, você obterá uma foto melhor. No entanto, há momentos em que não é possível levantar a câmera até o seu olho e, portanto, fotografar do quadril é um método útil de capturar um momento decisivo.

Quando comecei a fotografar na rua, achei difícil segurar minha câmera no olho e apontá-la para estranhos, então comecei a segurar a câmera pelo quadril para tirar fotos mais espontâneas. No começo eu não tive sucesso, mas quanto mais familiarizado eu me tornei com minha câmera e a distância focal, consegui capturar alguns grandes momentos espontâneos.

Fotografe de rua à noite

A fotografia noturna na cidade é uma ótima oportunidade para obter imagens únicas. Não é tão fácil quanto fotografar durante o dia; você precisará estar atento às velocidades baixas do obturador para evitar o desfoque e usar o ISO e a abertura para compensar a luz fraca.

Leve um tripé com você se você planeja fazer longas exposições. Como alternativa, o uso de uma lente de abertura rápida permitirá que você fotografe cenas com pouca luz e ainda congele a ação. Ao fotografar à noite, tente encontrar linhas, sombras e composições interessantes para dar à imagem uma declaração visual ousada. Assuntos com silhueta são interessantes e podem criar belas composições com a sombra preenchendo o primeiro plano.

Pense fora da caixa na fotografia de rua

Ideias e emoções poderosas podem ser retratadas por meio das cenas mais simples. A maioria das pessoas associa erroneamente a fotografia de rua a pessoas ou retratos na rua. Você nem sempre precisa de pessoas no quadro, ou capturando justaposições interessantes ou encaixando tantas pessoas ou objetos diferentes no quadro.

Pode ser difícil em alguns lugares movimentados, mas caminhe por um beco silencioso ou uma rua lateral e procure outros assuntos que lhe interessem. Existem infinitas oportunidades para todos os tipos de imagens, com ou sem pessoas.

Enquanto estava no Vietnã, passei um tempo vagando pelas ruas fotografando bicicletas, que transformei em uma pequena série intitulada ‘Transporte’, que tem sido bastante popular entre a comunidade fotográfica. Isso não foi intencional, mas ao fazer algo diferente, descobri uma série que talvez não tivesse explorado de outra forma.

A qualidade da imagem não é tudo nas imagens de rua

Alguns fotógrafos podem discordar de mim aqui, mas pela minha experiência pessoal em fotografar na rua, não tenho me preocupado com a qualidade da imagem tanto quanto quando fotografo paisagens ou trabalho comercial. Sim, você deve se esforçar para obter alta qualidade de imagem quando possível, mas com a fotografia de rua não é tão importante. Na minha opinião, composição, luz, drama e a história que você está tentando contar são mais importantes do que a qualidade da imagem. Se suas imagens capturam essas quatro coisas, você está no caminho certo para se tornar um grande atirador de rua.

Nitidez, baixo ruído e qualidade de imagem imaculada são inúteis se você tiver uma composição ruim, luz ruim e nenhuma atmosfera para contar uma história. Concentre-se no que é importante – é essencialmente o que faz uma ótima imagem de rua.

Mais importante: divirta-se com a fotografia

Como todos os gêneros de fotografia, é importante aproveitar o que você faz e fazer o que gosta. Se fotografar na rua não parece o seu tipo de coisa, então é provável que você tire fotos comuns. A criatividade flui onde mora a paixão, então faça o que te faz feliz, não o que outras pessoas esperam ver. É ótimo fotografar na rua porque te leva para passear, conhecer pessoas interessantes e ver a vida cotidiana de uma nova perspectiva.

A fotografia de rua requer prática e quanto mais você sai, mais sua visão se desenvolve e sua confiança aumenta. A abordagem é muito mais simples do que outros gêneros e a manipulação deve ser mantida no essencial, com mínimo ou nenhum pós-processamento.

Percepção e intuição são os fatores mais importantes. A percepção requer um olhar criativo para os detalhes e é um esforço atencioso. A intuição é imediata e não está vinculada a nenhum raciocínio atento. Esses dois fatores são combinados para criar o momento decisivo, um processo incrível que leva suas imagens para o próximo nível. Por causa desse processo, é aqui que a fotografia de rua é capturada e expressa.

Fotos de rua fortes vêm de ideias e emoções poderosas capturadas de maneira simplista. É uma questão de percepção forçar-se a sair com sua câmera para capturar momentos decisivos que se desenrolam na sua frente.

O que acham da fotografia de rua? Como fazem para tirar fotos na rua?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André tem uma família entusiasta de fotografia desde a década de 70. Já passaram por diversas máquinas e tecnologias, até máquinas de slide quando foram lançadas no Brasil. Quando se mudou para Belo Horizonte, em 2009, André conheceu e atuou com amigos no audiovisual. Conheceu e morou com um produtor e cineasta em uma república, com quem aprendeu muito sobre câmeras. Hoje, André continua estudando sobre câmeras e compartilhando seus conhecimentos no blog Super Câmera.

Deixe um comentário